VICE-CÔNSUL PRESTIGIA O EVENTO CONEXÃO BRASIL ANGOLA
21/11/2019 15:12 em Consulado de Angola no Rio de Janeiro

VICE-CÔNSUL PRESTIGIA O EVENTO CONEXÃO BRASIL ANGOLA

Em representação do Consulado Geral da República de Angola no Rio de Janeiro, a Vice Cônsul Madalena Vusawekumbi, prestigiou o evento “ CONEXÃO BRASIL ANGOLA” que ocorreu na quarta feira (20) no viaduto Negrão de Lima em Madureira zona norte do Rio.

O evento “Conexão Brasil Angola” organizado pela brasileira Priscila dos Santos e a angolana Sola Bela, em homenagem ao dia da Consciência Negra, teve como proposta solidificar a união já existente entre os dois povos onde o intercâmbio cultural foi nota predominante, com a apresentação de diversos elementos onde os brasileiros e angolanos se identificam.

“O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado, no Brasil, em 20 de Novembro. Foi criado em 2003 como efeméride incluída no calendário escolar — até ser oficialmente instituído em âmbito nacional mediante a lei nº 12.519, de 10 de novembro de 2011, a ocasião é dedicada à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia atribuído à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, um dos maiores líderes negros do Brasil que lutou pela libertação do povo contra o sistema escravista. A data, dentre outras coisas, suscita questões sobre racismodiscriminaçãoigualdade social, inclusão de negros na sociedade e a cultura afro-brasileira, assim como a promoção de fóruns, debates e outras atividades que valorizam a cultura africana. Fonte: Wikipédia.

 

O evento foi um a feira artística-cultural que reuniu, os mais diversos empreendedores do mundo Afro, tais como: expositores de roupas africanas, Trancistas, Vendedores de  Bijuterias e Gastronomia  Típicas dos dois países. Estiveram no palco artistas angolanos como: o Kudurista, Cadu Fashion, o rapper Boy Faray, Tropeira Afro e tantos outros.

A apresentação ficou a cargo do locutor da Radio Kwanza-Rio, Hermenegildo Cagiza que fez a interação com o público.

 

Finalmente a pedido da organização a representante do Consulado Geral no Rio de Janeiro, foi convidada a tecer algumas considerações em torno do dia.

 Referindo-se ao dia 20 de Novembro, a Vice Cônsul fez saber que “ Angola está solidaria com a causa, por se tratar de um fenômeno além fronteiras, não sendo uma situação exclusiva do Brasil, pois primamos por um mundo mais justo e sem exclusão onde cada um de nos possa encontrar o seu espaço independentemente as sua pigmentação”.

 Enalteceu a iniciativa dos jovens angolanos e brasileiros, incentivando-os a serem empreendedores, fazendo oque melhor gostam no caso transportando as nossas origens para os mais diversos palcos ajudando assim a difundir a nossa cultura.

COMENTÁRIOS